Trata-se de uma corrente elétrica aplicada de forma terapêutica, que possui como função enrigecer e tonificar a musculatura, potencializar a modelagem corporal, promover uma melhora da circulação sanguínea, aumento da força muscular, tudo isso de forma passiva. Com as contrações musculares, ocorre o aumento da circulação sanguínea e oxigenação dos tecidos, aumento da resistência e tônus muscular.

Tratamentos

Corrente  Russa e/ou Aussie (Australiana)

Trata-se de uma corrente elétrica aplicada de forma terapêutica, que possui como função enrigecer e tonificar a musculatura, potencializar a modelagem corporal, promover  uma melhora da circulação sanguínea, aumento da força muscular, tudo isso de forma passiva.Com as contrações musculares, ocorre o aumento da circulação sanguínea e oxigenação dos tecidos, aumento da resistência e tônus muscular.
Indicado para melhora do fluxo sanguíneo e flacidez muscular. O tempo de duração é determinado de acordo com o grau de condicionamento de cada cliente. A realização do tratamento somente ocorrerá após avaliação do profissional e os resultados dependerão das condições físicas e reações de cada cliente.

Radiofrequência no Tratamento da Flacidez

Antes de falar sobre a radiofrequência, é importante diferenciar a flacidez tissular da flacidez muscular. A primeira, também conhecida como flacidez cutânea ou tecidual, ocorre quando a qualidade das fibras de colágeno e elastina diminuem, tanto pela desnutrição ou pela desidratação do fibroblasto (célula responsável pela produção dessas fibras), quanto por forças externas, como a ação gravitacional, radiação solar, alimentação inadequada, pouca ingestão de água, o hábito de fumar, pouco sono, e falta de cuidados diários com a pele que agem sobre ela, resultando na desorganização progressiva dessas fibras.

Já a flacidez muscular acomete a musculatura subcutânea e é provocada normalmente por falta de exercício físico, onde as fibras musculares perdem o seu tônus natural.

A radiofrequência, portanto, trata a flacidez tissular, e é uma técnica que gera aquecimento interno baseado na movimentação da corrente elétrica dentro dos tecidos. Seu efeito clínico é induzir a nova formação de colágeno que, teoricamente, poderia minimizar a flacidez e as rugas superficiais.

A quantidade de colágeno produzida é diretamente dependente da intensidade do aquecimento do tecido conjuntivo. A temperatura tecidual entre 37ºc e 41°c não causa nenhum dano significativo, basicamente ocorre retração dos tecidos, principalmente do colágeno, o que ajuda a recuperar a pele envelhecida.

O paciente que faz o tratamento com a radiofrequência não sente dor nem desconforto, pois a temperatura atingida é perfeitamente suportável ao corpo.

São necessárias algumas sessões para começar a ver resultado em casos de flacidez mais severa e, em casos mais simples, é possível notar alguma diferença já na primeira sessão. As sessões são realizadas com intervalo de 15 – 21 dias, que é o período em que o colágeno completa o seu ciclo de formação e está pronto para receber um novo estímulo.

O tratamento é indicado em diversas partes do corpo para a correção da flacidez tecidual, sendo as regiões mais comuns: pernas, braços, abdome, costas, face, colo e pescoço. Existem ainda algumas contraindicações, mas cada caso é avaliado separadamente, de acordo com a região a ser tratada.

É importante salientar que a radiofrequência não substitui uma cirurgia plástica e, dependendo do grau da flacidez, pode não haver completa correção do tecido.

Micropunturas Dérmicas – DERMAROLLER/DERMAPEN
Procedimento que proporciona à pele várias pequenas punturas simétricas que, através da cicatrização, estimulam a produção de colágeno local. Promove a pele um aspecto firme e duradouro e proporciona maior aproveitamento dos ativos aplicados. Duração média de 45 minutos, dependente da extensão da área a ser tratada.

Mesoterapia
Técnica terapêutica que utiliza a via intradérmica para administração de pequenas quantidades de medicamentos em profundidades variáveis, atingindo até 6 mm. Isso permite aplicações mais próximas do local onde se instalou a patologia, garantindo bons resultados com pequenas doses. O tratamento busca estimular a neocolagênese, a hidratação cutânea, a melhora do turgor e da elasticidade. Duração média 30 de minutos por área tratada.

Carboxiterapia
O aumento do Dióxido de Carbono Medicinal no tecido leva a diminuição da afinidade da hemoglobina pelo oxigênio, resultando em uma maior quantidade disponível desse no tecido, melhorando a nutrição e estimulando a produção de colágeno e elastina.

Quando injetado no subcutâneo esse gás atua na microcirculação vascular do tecido conjuntivo, promovendo vasodilatação e aumento da drenagem venolinfática. O tratamento proporciona maior firmeza e melhor oxigenação ao tecido. Duração média de 45 minutos por área tratada.

FAÇA CONTATO